Juliana Gontijo

Enviado por aarquivista, ter, 2017-10-24 23:58

Rio de Janeiro / Buenos Aires

Juliana Gontijo é pesquisadora, docente e curadora independente. Atualmente finaliza seu doutorado em História e Teoria da Arte pela Universidade de Buenos Aires. É especialista em Linguagens Artísticas Combinadas pelo Universidad Nacional de las Artes (Buenos Aires), graduada em estudos cinematográficos pela Universidade Sorbonne Nouvelle (Paris) e em Historia da Arte e Arqueologia pela Universidade Le Mirail (Toulouse, França). Coordenou exposições na Fundação PROA (Buenos Aires, 2012), na FUNCEB-Buenos Aires (2008- 2009), além de ter elaborado e coordenado o projeto de residência artística Arte in loco, entre Buenos Aires e Rio de Janeiro (prêmio Rede Nacional Funarte 2009). Em 2014 publicou o livro Distopias tecnológicas (Ed. Circuito; Bolsa de Estímulo à Produção Crítica da Funarte). Entre as curadorias realizadas, destacam-se: Instabilidade estável (Temporada de Projetos 2014, Paço das Artes, São Paulo), ALTERMÁQUINA (Instituto Di Tella, Buenos Aires, 2015) e Território, Povoação (em co-curadoria com Gabriel Bogossian; Premio C.LAB, Blau Projects, São Paulo, 2016). Participou como crítica e curadora do Programa de Artistas 2015 da Universidade Di Tella (Buenos Aires). Durante 2013 e 2014, foi docente de Estética e Teoria da Arte no Instituto de Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente colabora como curadora e coordenadora editorial na Casa Tomada (São Paulo).


2014


Relacionados do Autor



 


Relacionados



Compartilhe na rede

Comentários

Adicionar Comentário

Se logue ou se registre para poder enviar comentários